Notícias

13 Jan 2020 | 11h15

Malásia: preços do óleo de palma devem continuar em alta até março, estima banco

Kuala Lumpur, 13 - As cotações dos futuros de óleo de palma (CPO, na sigla em inglês) negociados na Bolsa da Malásia devem continuar em alta até março, estima o DBS, banco de investimentos de Singapura. A instituição financeira atribui o viés altista ao recuo sazonal na produção. Contudo, após março, a alta do óleo vegetal tende a arrefecer, projeta o banco.

Embora o aperto na oferta persista no primeiro trimestre, é improvável que as exportações se recuperem durante o período, diz o DBS. Segundo o banco, a demanda atual é impulsionada pela implementação de políticas de maior porcentual de biodiesel na mistura da gasolina na Indonésia, em vez de exportações para a China e para a União Europeia (UE), que estagnaram em dezembro.

O DBS projeta que a reação dos mercados externos a preços mais altos e a reintrodução de tarifas de exportação possam reduzir os preços para uma média de US$ 596 por tonelada ao fim deste ano. Atualmente, a commodity está sendo negociada acima de US$ 750 por tonelada. Na sexta-feira, dia 10, os preços do óleo vegetal atingiram o maior nível dos últimos três anos. Na última sessão, o contrato para março perdeu 43 ringgits e fechou em 3.091 ringgits por tonelada, US$ 773 por tonelada (US$ 1 = 3,9987 riinggits). Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: Q10/Estadão Conteúdo

SAC - Serviço de Atendimento Castrolanda
0800.421050 | 42 3234.8000