Notícias

11 Mai 2020 | 14h56

Intercooperação em destaque: ações da Castrolanda em tempos de Covid-19

Cooperar para superar a crise. Essa foi uma das mensagens reafirmadas na live do Sistema OCB. Realizada na última sexta-feira, 11, os presidentes da Cooperativa Castrolanda e da Coprel, Willem Berend Bouwman e Jânio Stefanello, respectivamente, contaram sobre as experiências de intercooperação que têm ajudado as suas cooperativas a minimizarem os impactos da crise causada pela pandemia da Covid-19.

As lives têm sido realizadas com o objetivo de tirar dúvidas sobre os mais variados temas, que vão desde questões burocráticas, como também a disseminação de conteúdos relacionados a inovação e a realização de assembleias gerais ordinárias no ambiente virtual. O espaço permite a interação em tempo real e garante a participação de especialistas convidados.

O encontro, mediado pela gerente de Relações Institucionais do Sistema OCB Fabíola Nader, contou também com a participação da gerente Técnica e Econômica do Sistema OCB Clara Maffia, que participou do bate papo e falou do CooperaBrasil, um espaço criado para estimular a intercooperação e impulsionar os negócios entre as cooperativas.

Intercooperação

A intercooperação é uma das chaves para o desenvolvimento dos negócios das cooperativas. Por meio dela é possível impulsionar o desenvolvimento local e regional, aumentar a renda dos cooperados e suas famílias, estimular a colaboração e, claro, fortalecer o cooperativismo.

A Castrolanda, por exemplo, faz parte da iniciativa denominada Unium, junto com as cooperativas Frísia e Capal, que foi pensada para alavancar os negócios reduzindo custos para as três cooperativas, com um retorno positivo aos cooperados. “Naquele momento nos unimos e juntamos as nossas forças num braço da cooperativa. Em negócios estratégicos nós vamos nos unir e vamos somar forças. Então assim deixamos de concorrer pela matéria prima e pelo cliente, e agora estamos somando forças com conhecimento, com capacidade intelectual e financeira, com organização de negócios. Foi naquele momento que nasceu a intercooperação no grupo da Unium”, relembrou o presidente da Castrolanda, Willem Berend Bouwman.

Atualmente, as cooperativas têm em conjunto três projetos: a indústria de beneficiamento de leite, um moinho para produção de trigo e um frigorífico para abate de suínos. Unidas elas conseguiram otimizar a sua produção e o escoamento, potencializando seus negócios e crescendo juntas. Para Bouwman, um dos aspectos fundamentais para a intercooperação é a confiança entre os parceiros, que é um dos obstáculos a serem vencidos e que faz toda a diferença para a manutenção dos projetos. “Confiar na capacidade de gestão de cada uma das cooperativas a frente aos projetos contribui para o sucesso da parceria”, afirmou o presidente da Castrolanda.

Outro exemplo de intercooperação apresentado e que tem dado muito certo é o da Coprel, que em parceria com outras cooperativas da Região de Birubá, no Rio Grande do Sul, tem levado internet de qualidade para mais de 30 municípios da região. O presidente da cooperativa, Jânio Stefanello, destacou a importância de uma iniciativa como essa para locais que já são mais afastados, mas que no contexto atual lidam com um distanciamento ainda maior devido a pandemia. “A internet aproxima as pessoas, nessa época onde os filhos estão distantes dos pais e avós, é algo que a gente não convive fisicamente, mas a gente mata a saudade. Não é só para o trabalho home office, precisam da internet para passar o tempo, para se divertir”, destacou Stefanello.

Em parceria com as cooperativas agropecuárias, que disponibilizam suas estruturas e até apoiam financeiramente, a Coprel tem levado internet de fibra ótica para áreas rurais, garantindo assim, mais qualidade não apenas para os cooperados, mas para todos os moradores da região. Além disso, em alguns municípios, cooperativas de créditos facilitam o acesso ao crédito para que tenham mais recursos para financiar os custos de implementação dessas ações. “Eu sou um apaixonado pela intercooperação, porque ela tá no nosso sangue, tá no nosso DNA, quando a gente consegue se juntar, se unir pra fazer, a gente faz muito mais”, ressaltou o presidente da Coprel.

Não conseguiu acompanhar o bate-papo? Você pode rever na íntegra. Confira.
Sistema OCB

SAC - Serviço de Atendimento Castrolanda
0800 042 1050 | 42 3234.8000