Notícias

05 Abr 2018 | 17h20

Fundação leva conhecimento a agricultores e pecuaristas

Levar conhecimento técnico aos produtores. Esse foi o propósito dos dois eventos que a Fundação ABC realizou nesta quarta-feira, 04 de abril, em seu auditório.  No período da manhã aconteceu a Operação Safra de Inverno, voltada aos agricultores, e na parte da tarde, o Forratec, direcionado aos pecuaristas de leite.

O gerente técnico de pesquisa da Fundação ABC, Luis Henrique Penchowski, explica que o objetivo da Operação Safra de Inverno é apresentar um direcionamento da safra e demonstrar aos cooperados quais os pontos de atenção de acordo com o que foi programado e planejado com a assistência técnica de cada cooperativa, previamente informadas dos resultados obtidos nos estudos da fundação. 

Penchowski comenta que a ideia é realizar uma reunião rápida para alinhar com os produtores informações como o tamanho da safra, principais variedades e clima. “A partir do momento que a gente semear essa safra de inverno, já está construindo a safra de verão e a próxima safra de inverno. A engrenagem não para de girar”, cita o gerente. As palestras da operação abordaram os posicionamentos de genótipos de trigo para a safra 2018, custos de produção para culturas de inverno, atualizações no manejo das doenças dos cereais de inverno e dessecação de pré-colheita de trigo.

Segundo o gerente, o objetivo do Forratec é também trazer um panorama do que é importante na questão de forragens com alguns temas específicos para a pecuária de leite. “O pecuarista de leite é um contribuinte da Fundação ABC e nossa ideia é criar um canal de comunicação melhor com esse público, realizando mais eventos voltados a esta atividade”, relata. O Forratec trouxe apresentações sobre o posicionamento de forrageiras de inverno e ferramentas para melhorar a assertividade na estimativa de produtividade.

O cooperado Peter Greidanus irá plantar trigo em São Paulo daqui 15 dias e foi até o evento da operação safra em busca de informações, conhecimento e subsídios para a tomada de decisão em busca de maior rentabilidade. Greidanus considera muito importante essas rodadas de conhecimento técnico. “Às vezes temos que plantar um trigo de produtividade menor, mas que tem um custo menor também, porque as margens do trigo hoje são muito apertadas e qualquer pequena diferença de custo faz diferença”, pontua o produtor.

As palestras também foram acompanhadas pela equipe de assistência técnica do leite. O técnico, Janilson Ribeiro, revela que o intuito da participação é atualizar conhecimento técnico para transmitir posteriormente aos produtores. Ribeiro comenta que os produtores estão desenvolvendo mais que uma atividade em busca de maior rentabilidade por área, atuando no leite e realizando agricultura, assim como tem agricultores buscando pecuaristas para negociação de sua produção, o que evidencia a necessidade dos técnicos compreenderem o sistema como um todo.

Panorama da Safra de Inverno- Luis Henrique Penchowski apresentou um panorama da safra de inverno. O gerente da fundação anunciou que houve uma redução de 14% da área de trigo dentro do grupo ABC que sempre tinha uma média histórica de 100 mil hectares de trigo e esse ano está perto de 87 mil hectares. Penchowski conta que quase 50% dessa área de trigo é uma variedade só. O técnico acredita que a redução de área aconteceu porque a safra do ano passado não foi boa, tanto do ponto de vista de produtividade quanto de preço.

A expectativa é que seja um ano de neutralidade, com boa produtividade e também qualidade industrial.  O clima irá apresentar maior frequência de geadas, ao contrário do último ano em que houve apenas uma forte, o que exige escalonamento de plantio pensando em escapar da floração do trigo nesses momentos.
 

SAC - Serviço de Atendimento Castrolanda
0800.421050 | 42 3234.8000